Hospital Regional do Baixo Amazonas vai receber doação de respiradores do Vaticano

Redação Por: Redação

Saúde Novidades

Publicado em 15/09/2020 16:58h

Hospital Regional do Baixo Amazonas vai receber doação de respiradores do Vaticano

Antonio Guizetti, representante do Vaticano e Dom Bernardo, bispo de Óbidos reunidos com equipe do HRBA — Foto: Ascom HRBA/Divulgação

Um representante do Papa Francisco visitou a unidade que é referência em atendimento de alta complexidade no oeste do Pará.

Quatro ventiladores pulmonares para terapia intensiva serão doados pelo Vaticano ao Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém, oeste do Pará. A parceria que beneficiará a unidade foi tema de reunião nesta sexta-feira (11), durante visita de um representante do Vaticano ao HRBA.

A visita foi realizada pelo economista Antonio Guizetti, representante do Vaticano, e por Dom Bernardo, bispo de Óbidos, que acompanhou a missão institucional do Vaticano nos municípios de Alenquer, Óbidos e Santarém, todos no oeste paraense.

Guizetti e Dom Bernardo foram recebidos pelo diretor geral do HRBA, Hebert Moreshi, secretário regional de Governo do oeste do Pará, Henderson Pinto, coordenadora de Saúde da secretaria regional de Governo, Talita Cunha e pela diretora da 9ª Regional de Saúde, Marcela Tolentino.

Os visitantes conheceram as instalações das Unidades de Terapia Intensiva (UTI Adulto e UTI Pediátrica). O HRBA disponibiliza 17 leitos de UTI exclusivos para atendimento de casos graves da covid-19.

O representante do Vaticano, que é também professor de Economia, falou sobre as singularidades entre Brasil e Itália, em relação à área da saúde. “Brasil e Itália têm números bastantes parecidos, e fiquei muito impressionado com a estrutura dos hospitais na Amazônia, são muito precários, porém, o HRBA tem uma estrutura de excelência. Um fator que também faz diferença é o humano, que é excepcional. A gente percebe uma vontade e um entusiamo nos médicos, enfermeiros, que não existe em nenhuma parte do mundo, esperamos dar os quatro ventiladores em um prazo muito pequeno'', destacou Guizetti.

Henderson Pinto e Hebert Moreschi acompanhando Antonio Guizetti, representante do Vaticano, em visita ao HRBA — Foto: Ascom HRBA/Divulgação

Henderson Pinto e Hebert Moreschi acompanhando Antonio Guizetti, representante do Vaticano, em visita ao HRBA — Foto: Ascom HRBA/Divulgação

Dom Bernardo que acompanhou a missão e anunciou a construção de um novo barco hospital para atuar na região, disse que Guizetti foi enviado pelo Vaticano para fazer as visitas no Brasil, a hospitais, centros de Saúde e também verificar a possibilidade de entrega de respiradores.

"Já foi realizada a primeira etapa em vários hospitais do Brasil e agora nessa segunda etapa, aqui, na Amazônia, para ver também a possibilidade de destinar respiradores, doações feitas pelo Papa Francisco. Nós estamos agora em um momento da construção do barco Hospital João Paulo II, um barco que acompanhará o Barco Papa Francisco, permitindo maior capacidade de atendimento'', informou o bispo.

Antes de visitar o hospital do Baixo Amazonas, Guizetti esteve com o governador Helder Barbalho, em Belém.

Para a direção do HRBA, a doação anunciada pelo Vaticano à unidade de saúde representa muito. “Isso, certamente, vai viabilizar mais serviços de assistência contra a Covid-19, nesse momento, e mais tarde, os equipamentos serão utilizados para prestar assistência de alta complexidade em outras especialidades. O Papa tem um olhar muito especial para a Amazônia e isso vai proporcionar também a reestruturação de mais leitos ao hospital'', disse o diretor geral do hospital, Hebert Moreshi.

O secretário regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto, agradeceu a visita e a parceria estabelecida na região, entre o Vaticano e o Governo do Estado.

“É uma parceria importante que vem cada vez mais ajudando a proporcionar atendimentos de saúde de qualidade às populações, e alcançar um maior número de pessoas. Um grande exemplo dessa parceria é o Barco Hospital Papa Francisco, que por conta dos excelentes índices alcançados terá o contrato renovado, e o Governo do Estado só tem a agradecer a iniciativa do Barco Papa Francisco”, afirmou Henderson Pinto.

Por:

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Pará - Portal de Notícias